Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Política à Portuguesa II

por Fulano de Tal, em 09.09.14

O momento alto do debate foi mais ou menos assim. António Costa diz que um dos erros crassos da direção de Seguro foi o ter-se abstido na votação do orçamento de 2012. Deveria, segundo ele, ter votado contra um orçamento que se demarcava do memorando de entendimento da Troika, prometendo ir além deste.

António Seguro, sacando de um maço de folhas, recorda António Costa, que naquela altura ele tinha defendido na Quadratura do Círculo, precisamente o contrário, e cita-o em afirmações comprometedoras.

Confrontado com a mentira, Costa saca do argumento mágico: “Não faças de uma árvore a floresta!”. É o mesmo que ser apanhado na cama com a irmã da mulher, e só porque ela tem mais 4 irmãs, duas delas gémeas caçulas, alegar que só com aquela não se pode tirar nenhuma conclusão de adultério incestuoso.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Deixe o seu comentário caso tenha gostado de passar por aqui