Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


História universal para xoninhas

por Fulano de Tal, em 20.08.15

Se há área onde conto, de entre os meus amigos, com alguns dos mais geniais profissionais em Portugal (e isso, nesta área em concreto, equivale a dizer “dos melhores do Mundo”), é a área das tecnologias de informação.

Foi com estes xoninhas que aprendi muitas das coisas que hoje julgo saber.

E quero retribuir aos nerds com uma pequena história que lhes dirá muito, e que julgo poucos conhecerão, porque nunca foi escrita em pseudo-código, e os marrões têm pouca paciência para histórias: a origem do nome Bluetooth, para designar a tecnologia que usamos hoje nos telemóveis, etc.

Harald Blåtand.

Harald Blåtand, ou Haroldo I. Blåtand, que se foi traduzindo por Dente Azul, ou Blue Tooth. Consta que ganhou este nome pela sua predileção pelo consumo de mirtilhos, ou simplesmente por erro de tradução para o inglês, uma vez que em Old Norsk teria mais o significado de “pele escura”.

Unificou as tribos vikings Norueguesas, Suecas e Dinamarquesas, cristianizando-as (os maiores pagãos da história, note-se), em apenas 10 anos. É essa unificação que se pretende homenagear, numa tecnologia que unifica a comunicação entre sistemas digitais.

O logo do Bluetooth, é aliás construído por duas runas, que representam as iniciais do seu nome: a Hagall, e a Berkana.
Vá marrões, continuem lá o bom trabalho, e esta noite comentem esta história nos vossos fóruns, em binário, ou lá onde é que vocês passam as noites.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Deixe o seu comentário caso tenha gostado de passar por aqui