Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Guichet para estúpidos

por Fulano de Tal, em 23.09.14

“Boa tarde.”

“Boa tarde.”

“Boa viagem.”

“Obrigado.”

37 segundos de tempo incorrido e o meu check-in estava feito. Estive no entanto 20 minutos à espera que o senhor da frente percebesse onde tinha de pagar o excesso de bagagem. Nem sequer era daqueles senhores que tenta meter 18 kg quando comprou 15 kg. A dificuldade era mesmo perceber onde podia pagar, apesar de a partir do 4º minuto ter 20 impacientes viajantes de dedo apontado ao guichet da Portway. Era ali. Era só seguir os 20 dedos e palmilhar os 20 passos que distavam. Eu disponibilizei-me inclusivamente a pegar-lhe na mão e levá-lo lá. Declinou.

Defendo há muito a existência de guichets para viajantes estúpidos. Obviamente que sei que estes viajantes não saberiam identificar-se como tal. Eu não sou parvo, e sei muito bem como funciona o cérebro de um estúpido. No entanto profissionais preparados poderiam identificar sinais evidentes. O uso de boina, por exemplo. É um claro indicador de que estamos perante um indivíduo com potencial para utilizar este serviço especial. Quando combinado com sandálias de couro, como o senhor mencionado acima, é absolutamente infalível.

Dois seguranças agarrariam o indivíduo por cada braço, e arrastá-lo-iam no sentido de um serviço premium para idiotas. Umas leggings espalhafatosas, combinadas com salto alto, em senhoras com uma inclinação morfológica para a saia rodada e sapato raso, são também sinais.

Estou certo que com um despiste mais ou menos cuidado, atingiríamos rácios de 90%-95% de identificação positiva. Uma vez apanhado, o palerma podia ter até direito a certificado e cadastro numa base de dados, para posterior uso.

A vida seria mais simples nos aeroportos. As companhias teriam maior acerto na partida dos voos, e rentabilidade nas operações de handling e estou convencido de que após um primeiro período em que a imbecilidade ficaria sistematicamente em terra, se verificaria um efeito pedagógico, que permitiria a alguns idiotas serem reintegrados no sistema de atendimento em guichet normal, e a outros a seleção, por iniciativa própria, de outros meios de transporte.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Deixe o seu comentário caso tenha gostado de passar por aqui