Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Conto de Natal inspirado numa personagem real

por Fulano de Tal, em 24.12.15

Nunca me tinha apercebido de como o Bruxo era parecido com o Pai Natal até hoje. Um Pai Natal aporcalhado. Na realidade talvez apenas duas coisas os assemelhem. Ambos são gordos e têm uma barba enorme. A barba do Pai Natal imaculadamente branca, a barba do bruxo cinzenta e com a mácula própria da gordura e restos da ceia de anteontem. A barriga do Pai Natal a coberto do seu impecável fato encarnado, a do Bruxo descoberta... pela camisa cheia de nódoas, rota e aberta até ao umbigo.

 

O Pai Natal desloca-se num trenó puxado por renas, e o Bruxo desloca-se numa pequena motorizada, pequena para o seu tamanho e peso. A motorizada move-se por isso sempre com grande esforço e em marcha lenta. À velocidade perfeita para que todos possam olhar e dizer “Lá vai o Bruxo”. Um pouco mais rápido não se daria por ele, um pouco mais lento e ele poderia ouvir-nos e não gostar da graça. A velocidade perfeita para que o cigarro mata-ratos não se apague com a deslocação de ar.

 

Usa um capacete redondo que na sua cabeçorra assenta como um kipá judaico, cobrindo apenas uma pequena parcela do cucuruto. Os elásticos do capacete não dão a volta à sua cara, pelo que ficam dependurados de lado. Espero que o Bruxo nunca precise da proteção do capacete, pois lhe será manifestamente insuficiente.

 

Por vezes a mulher do Bruxo encavalita-se naquela espécie de banco de trás da motoreta, formando um corpo único, de tal forma ela enlaça a sua barriga enorme, como uma carraça enorme acocorada no seu hospedeiro.

 

E lá vai o Bruxo, com a barriga a assentar no depósito da Zundapp, pernas abertas e kipá de metal, com os elásticos, as barbas e a camisa ao vento, e uma carraça enorme acocorada nas suas costas a levar com o fumo do mata-ratos e do escape da motoreta. Vrrumm Vrummm. Aposto que não vai distribuir presentes.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Deixe o seu comentário caso tenha gostado de passar por aqui