Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Anacronismo na internacionalização

por Fulano de Tal, em 16.05.15

Para quem gosta de anacronismos, aqui vai o mais recente. Abriram recentemente as candidaturas ao Portugal 2020, novo pacote de incentivos disponibilizados a empresas Portuguesas.

Uma das vertentes financiadas, e bem, é a Internacionalização. Ou seja uma empresa pode, se assim o entender, tenha ela um bom produto e muito descaramento, candidatar um projeto em que se propõe internacionalizar o seu negócio.

Nestes projetos existe um conceito que são as “despesas elegíveis”. Ou seja, eu posso querer internacionalizar para o Brasil, mas o Portugal 2020 não me financiará por exemplo uma visita ao Corcovado, na medida em que ela não contribui para o atingimento dos objetivos do projeto. Tudo certo. O anacronismo aqui é que as despesas com deslocação e estadia não são elegíveis.

Ou seja, sou incentivado a internacionalizar, mas tenho de o fazer a partir de Portugal. Não posso visitar potenciais clientes.

É no entanto uma despesa elegível comprar um mapa-mundi, olhar para ele sai de borla. Só que o mapa não é o território, como dizia o Al Pacino, em Ronin.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Deixe o seu comentário caso tenha gostado de passar por aqui