Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]


A caminho da festa da Batalha

por Fulano de Tal, em 10.08.14

Hoje fomos à festa da Batalha. Saí tranquilamente da Carvalhinha, e em menos de nada estava em Pinhal Verde. Dali à Barreira é um pulo. Subi até aos Andreus, passei por Bico Sacho e dirigi-me no sentido das Garruchas, mas virei à direita para Casal do Alho. Eis-me chegado à Batalha. No regresso optei por outro caminho. Fui na direção de Casal de Mil-Homens, sabendo de antemão que logo após a Golpilheira podia, saindo à direita, e dirigindo-me pelas Hortas, desembocar em Cevidade, de onde é simples seguir para Marvila. Logo após a placa de “Bem-vindo a Marvila e volte sempre”, temos a Cumeira. A partir dali é sempre a descer até à Mourã. Da Mourã a Casal da Cortiça é um tirinho. Virando à direita estou na Carvalhinha. Em casa, portanto.

É impossível não adorar o sentido de pertença a um lugar dos Portugueses. E a sua criatividade.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor