Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


A vida dura de um caixa do Starbucks

por Fulano de Tal, em 19.11.15

“To drink here or to go?” Foi esta a pergunta que eu não antecipei. Ou melhor, o que não antecipei foi o impacto da minha resposta.

Respondi sem chispa: “I’ll drink here”. E com isto, tão simplesmente, toda a minha estratégia ruiu.

Deixem-me voltar um pouco atrás.

...

Aeroporto de Bruxelas e eu com algum tempo uma vez que ele se juntarão umas pessoas que chegam apenas daqui a umas horas. Resolvo passar um pedaço no Starbucks, pelo café e pelos watts que generosamente brotam das fichas junto à parede.

Na fila apercebo-me do trabalho ingrato que cabe a um caixa do Starbucks num aeroporto.

“What’s your first name sir?” “Arhippa”.
“What’s your first name, madam?” “Gökçek”
“What’s your first name, sir?” “Bröndólfur”

Escrever o nome próprio dos viajantes nos copos de papel é a última coisa que queremos estar a fazer num hub internacional de transporte de passageiros, podem crer. Esta ideia de escrever o primeiro nome é ótima quando as pessoas se chamam Mark, Paul, Joe, Mary, Ann, como qualquer Americano. Mas experimentar isto em Islandeses, Turcos, Senegaleses já não é tão brilhante.

Ali começou a germinar o meu brilhante plano. Simples. A executar em 2 passos:

1. Quando questionado, diria que o meu nome era Bill. Este primeiro passo visava o vislumbre de um suspiro de alívio na face do caixa. Especialmente porque à minha frente na fila esperava a sua vez o gigante Bröndólfur.
2. Tiraria uma foto ao copo com o nome Bill e contar-vos-ia a história. Este segundo passo visava o gáudio passado o momento de rebeldia.

“What’s you first name, sir?”
“Bill” (riso nervoso)
Caixa olha para mim surpreendida. Não quer acreditar, depois de perder 5 minutos em explicações sobre tremas e terminações nórdicas com o Islandês.
“To drink here or to go?”
Ainda nervoso respondo “I'll drink here”.

E foi neste momento que o meu plano ruiu, porque um expresso para beber no local é servido numa chávena de vidro.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Deixe o seu comentário caso tenha gostado de passar por aqui