Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


O Sindicato dos Pilotos entregou hoje uma lista de 54 perguntas para as quais não tem resposta por parte não sei bem de quem.

Como o tempo de rádio é dispendioso o jornalista da TSF apenas pôde ler uma delas: “Se o governo vai privatizar a TAP por um valor pequeno, porque não entregar esse capital social aos pilotos?”. Posso não estar a citar com precisão, mas estou certo que era mais ou menos isto.

Ora, a mim nada me inspira mais que uma pergunta estúpida. E logo ali me propus acrescentar a minha própria lista de perguntas estúpidas a este rol, em total apoio ao sindicato. Só que ali era Aveiras, e tive de esperar um pouco até chegar a casa. Pelo caminho fui-me esquecendo de algumas. Para além disso um “sindicato” é por definição uma coletividade de pessoas e eu sou apenas um. A minha capacidade para gerar estupidez é bastante inferior. Não cheguei nem perto das 54. O que me faltou em quantidade (e que espero me ajudem agora a completar) espero ter compensado em qualidade.

Aqui vai a minha contribuição:

1. Onde pára o Abel Xavier?

2. Se uma criança de 1 ano roubar um ladrão e conseguir viver até aos 102 anos, pode ser presa após o perdão de 100 anos concedido a este tipo de crime, ou o mesmo prescreve?

3. Não faria mais sentido a expressão “com quantos paus se faz uma jangada” que a atual “com quantos paus se faz uma canoa”?

4. Se ao mesmo tempo receber a noticia pela TSF de que “As contas públicas registam melhoria”, e por email do Correio da Manhã, “Défice agrava-se”, devo considerar que ambas as notícias se baseiam no mesmo facto?

5. Será o Grupo Lena a empresa menos inerte do País?

6. Ainda a propósito da questão anterior, existem pulseiras eletrónicas em várias cores ou é uma cor única (e nesse caso, qual)?

7. …

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Deixe o seu comentário caso tenha gostado de passar por aqui