Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Acho que está na hora de alguém acabar com esta parvoíce de perguntar aos Portugueses o que eles acham que é melhor para os Portugueses. É óbvio que os Portugueses não fazem qualquer ideia do que é melhor para si próprios.

Os Portugueses optam 98 vezes em 100 por uma chanfana em detrimento de uma salada. Se na chanfana eu alinho ao lados dos tugas, em tudo o resto acho um desperdício de tempo e dinheiro andar a fazer perguntas.

Esta minha convicção agudiza-se ao ver a lista dos projetos mais votados no orçamento participativo da Câmara de Lisboa. Perguntaram e eles responderam: "aquilo que mais falta nos faz são estátuas".

Uma delas do fundador do Benfica. Isso mesmo... o quinto ou sexto projeto mais votado é esse. Não me interpretem mal, nada tenho contra o fundador do Benfica e ficaria igualmente chocado se a estátua fosse ao José de Alvalade. O que me choca nisto é que cada Lisboeta tinha um voto e 1079 entenderam que era a estátua ao Cosme Damião a coisa mais importante que se podia fazer pela cidade.  E vá de espatifar o voto no projeto.

Quase o triplo da votação de coisas sem importância como por exemplo "Wifi de acesso público em toda a cidade". Aliás no capítulo "Cultura" pontificam as estátuas, com o grande vencedor da noite a ser o D. Nuno Álvares Pereira. Ao que parece D. Nuno tem mais de 1500 fervorosos devotos em Lisboa. E a "feira do disco e da cassete", com honrosos 4 votos, ainda assim distante do "Anda caminhar por Lisboa a filosofar", projeto que encantou 13 Lisboetas.

Senhores presidentes de câmara, parem de fazer perguntas e decidam sozinhos, por favor.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor